PUBLICIDADE

A cada dia que passa é preciso pensar em salvar o planeta da ganância dos seres humanos, ser sustentável não pode ser moda.

PUBLICIDADE

Sustentabilidade é uma palavra utilizada para definir ações e atividades humanas que visam suprir as necessidades atuais dos homens sem comprometer o futuro das próximas gerações. Melhor dizendo, ela está relacionada ao desenvolvimento econômico sem desestruturar o meio ambiente.

Apenas uma pequena parcela da população do mundo pensa de maneira sustentável. Podemos mudar este cenário de três formas: 1) pela educação; 2) pela ciência e pela tecnologia e 3) pelo consumo responsável.

Não basta apenas inserir Educação ambiental no currículo das crianças, precisamos de escolas verdes, isso mesmo! O aluno precisa aprender coisas simples como compostagem de lixo orgânico, separação de lixo conforme o material, banhos em menos tempo, respeito aos animais, desenvolver o hábito de comer alimentos com menos agrotóxicos que agridem menos o solo etc.

Os próximos prefeitos precisam dar sinais de que estão preocupados com a educação dos mais jovens no sentido de termos uma cidade sustentável. Construções de escolas mais adequadas aos terrenos, respeitando desde os operários no seu período de construção,  criar hortas e jardins para as crianças aprenderem a cuidar da natureza.

Quer limpar o mundo? Comece limpando sua própria casa! E assim é com os municípios: vamos arrumar a casa, dar exemplos de economia de água, de energia e de reciclagem de lixo.

A ciência e a tecnologia ajudam, e muito, o avanço de medidas sustentáveis: O estímulo à criação de formas de energia mais limpa, de grupos de reciclagem de materiais, incentivo fiscais às empresas que tenham a sustentabilidade como foco é um bom começo. As universidades e os centros de pesquisa podem fazer parcerias com as prefeituras para descobrir novos caminhos para a sustentabilidade.

Finalmente, considerando-se o aumento populacional atual, é preciso pensar no consumo responsável. A cada dia que passa o número de consumidores aumenta, aumentando o consumo de bens materiais, com um resultado crescente de lixo. Não se trata de comer menos ou fazer voto de pobreza, mas sim comprar apenas aquilo de que realmente se precisa, isso já faz uma diferença enorme!

Por que não premiar os que pensam em sustentabilidade? Arquitetos, educadores, empreiteiras, empresas, jornalistas, universidades e escolas podem auxiliar na descoberta de soluções para um planeta mais limpo.

(Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do HojeDiario.com)

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui