Márcia Bin e Naco Fantasia, candidatos a prefeitura de Poá, receberam auxílio emergencial de R$ 600

PUBLICIDADE

Márcia Bin (PSDB) e Naco Fantasia (Cidadania), candidatos a prefeitura de Poá nas eleições deste ano, foram beneficiados com parcelas do auxílio emergencial.
As informações divulgadas pelo site de notícias G1, são de um levantamento feito por meio da plataforma DataPrev, do Governo Federal, com dados disponibilizados pelos políticos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Márcia Bin (PSDB) recebeu três parcelas do auxílio emergencial no valor de R$ 600 nos meses de julho e setembro.
Já Naco Fantasia (Cidadania) recebeu duas parcelas do auxílio emergencial no valor de R$ 600 nos meses de julho e agosto.

Ao site G1, a candidata a prefeita de Poá Márcia Bin falou sobre o assunto através de nota.

“Em relação ao suposto recebimento do auxílio emergencial entre os meses de julho e setembro deste ano, informo que desconheço tal circunstância, bem como que jamais efetivei ou autorizei que qualquer pessoa efetivasse requerimento neste sentido. Se isso ocorreu, como foi informado, foi a minha total revelia. Caso tenha se efetivado qualquer depósito a este título em meu favor, irei tomar todas as providências para a devolução de eventuais valores, bem como comunicar aos órgãos competentes sobre meu desconhecimento, além da necessidade de cessação do auxílio emergencial.”

disse Márcia Bin

O candidato a prefeito de Poá Naco Fantasia (Cidadania), que é músico e locutor, também falou sobre o assunto ao site G1.

“Cabe ressaltar que, desde que iniciou a pandemia, estou sem atividade remunerada, tendo em vista que o setor de eventos foi o mais atingido não retornando até o momento. Ademais cabe esclarecer que o fato de estar desempregado, não possuir renda e receber auxílio emergencial por dois meses, não me descredencia a participar do pleito.”

afirmou Naco Fantasia

Critérios para recebimento do Auxílio Emergencial

Não há restrições para que candidatos a cargos públicos recebam o auxílio, desde que eles cumpram todos os requisitos. Confira abaixo quais são:

  • Ter, no mínimo, 18 anos de idade (exceto mães adolescentes);
  • Não ter emprego formal;
  • Não ter contrato de trabalho intermitente;
  • Rendimentos tributáveis menores que R$ 28.559,70 declarados no Imposto de Renda 2018;
  • Não possuir Benefício Previdenciário ou Assistencial;
  • Não receber seguro desemprego ou seguro defeso;
  • Não possuir indicativo de falecimento;
  • Famílias com renda mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135),
  • Auxílio emergencial para até 2 (duas) pessoas por família;
  • Não receber Bolsa Família ou possuir membro familiar que receba
  • Residir no Brasil;
  • Não ser militar das Forças Armadas;
  • Não ser servidor público federal (SIAPE)
  • Não possuir renda formal como agente público (RAIS)
  • Não estar preso em regime fechado
  • Não receber o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (Bem)

Deixe um comentário