Foto: Arquivo Pessoal

Após uma longa luta contra o câncer, o prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, de 41 anos de idade, morreu neste domingo (16), no Hospital Sírio-Libanês, na cidade de São Paulo.

O estado de saúde de Bruno Covas, que enfrentava um câncer metastático, começou a piorar no último dia 2 de maio, quando os médicos que o atendem descobriram um sangramento no local de seu tumor inicial. Neste mesmo dia, antes de ser intubado, ele encaminhou à Câmara Municipal um pedido de afastamento do cargo por um período de 30 dias., para dar prosseguimento ao seu tratamento contra o câncer. 

No dia seguinte, o sangramento foi estancado e ele foi extubado, mas seguiu internado no Hospital Sírio-Libanês, sem previsão de alta. 
Alguns dias depois, em 6 de maio, ele passou por uma sessão de radioterapia para controlar um sangramento residual no estômago.

Política no sangue

Bruno Covas Lopes nasceu na cidade de Santos. Ele é neto do ex-governador de São Paulo Mário Covas, que morreu em 6 de março de 2001, também vítima de um câncer.
Advogado, Covas formou-se em Direito pela Universidade de São Paulo (USP) e também em Economia na Pontifícia Universidade Católica (PUC).

Na política, foi deputado estadual e atuou como secretário estadual de Meio Ambiente durante a gestão de Geraldo Alckmin (PSDB) no governo do estado, entre 2011 e 2014.
Foi eleito deputado federal em 2014, deixando o cargo em 2017. Aceitou concorrer com João Doria na chapa do PSDB à Prefeitura de São Paulo e elegeu-se vice-prefeito.

Ele assumiu a prefeitura em 2018, quando Doria saiu para disputar o governo de São Paulo. Foi eleito prefeito da cidade de São Paulo nas eleições de 2020.

Luta pela vida

Bruno Covas foi diagnosticado com um adenocarcinoma em outubro de 2019, um câncer na região da cárdia, entre o esôfago e o estômago, com metástase no fígado e uma lesão nos linfonodos. Após o diagnóstico, ele iniciou um tratamento de quatro meses de quimioterapia.
Mesmo com as dificuldades da doença, Covas continuou trabalhando e atuando como prefeito da cidade de São Paulo.

Em fevereiro de 2021, Covas passou por um novo tratamento quimioterápico após os médicos descobrirem um novo nódulo no fígado. Em meados de abril, exames de controle demonstraram novos pontos da doença no fígado e nos ossos. Com isso, os médicos decidiram dar continuidade ao tratamento com quimioterapia, além de imunoterapia. Esse tratamento teve que ser interrompido quando o sangramento na região do estômago foi descoberto.

Deixa o filho Tomás Covas Lopes.

Participe do canal “Clube Hoje Diário” no Telegram, é totalmente grátis

Temos um convite para todos vocês que acompanham o site HojeDiario.com, conheça o canal “Clube Hoje Diário” no Telegram.
Lá, vocês terão acesso a notícias fresquinhas, vagas de emprego, informações sobre concursos públicos, entretenimento e muito mais.
Ofereceremos sorteios, promoções e cupons de descontos especialmente para membros do canal.
Lembrando, para participar do canal Clube Hoje Diário, É TOTALMENTE DE GRAÇA.
Para participar, basta você ter Telegram e acessar o link https://t.me/clubehojediario



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui