Foto: Reprodução

O secretário da Educação do estado de São Paulo, Rossieli Soares, disse, nesta segunda-feira (18), que o Conselho Tutelar pode responsabilizar pais que não levarem seus filhos para as escolas durante essa nova fase de obrigatoriedade da volta às aulas 100% presenciais. A informação foi dada em uma entrevista concedida ao Jornal da Manhã, da Rádio Jovem Pan.

“Os professores já voltaram obrigatoriamente desde julho. Nós já começamos com a volta obrigatória mesmo antes da segunda dose da vacina. Estamos com um processo de retorno dos nossos profissionais em 100%. Em relação aos estudantes, cabe responsabilização até no caso do conselho tutelar [caso eles não retornem]. Mas vamos fazer todo o esforço para trazer, conscientizar a família de que é importante que ele retorne”, disse o secretário.

Segundo Soares, apenas alunos que tiverem alguma comorbidade ou algum atestado que mostre a necessidade de ficarem em casa por motivos médicos terão a autorização para não frequentarem a escola. Ele ainda disse que no mês de outubro ainda serão mantidas medidas de segurança como o distanciamento de um metro.

“Nas próximas duas semanas de outubro, ainda tem o distanciamento de um metro. A partir de novembro não terá mais e aí todos os alunos deverão estar de volta na escola estadual concomitantemente. […] Tem um rodízio, o tal do ensino híbrido. Em um dia, vai um grupo de alunos, no outro dia vai o outro grupo. No seu dia passa a ser obrigatório imediatamente para você. E, a partir de novembro, 100% das nossas escolas com capacidade de recebimento de pessoas sem o distanciamento de um metro”, explicou.

Rossieli ainda disse que o monitoramento dos casos continuará e se necessário em casos de infecções por coronavírus (Covid-19), turmas poderão ser isoladas para evitar maior disseminação da doença. “A pandemia não acabou, a gente vai continuar acompanhando e monitorando”, ressaltou.

Por fim, o secretário fez questão de destacar que as escolas estaduais têm capacidade de receber seus alunos de forma segura. “99% delas [das escolas] foram reformadas, melhoradas. E temos sim, obviamente que continuar monitorando”, comentou. Ele ressaltou que os próximos dois serão fundamentais para a recuperação pedagógica dos alunos do estado. “A gente revisou materiais, currículos, todos os nosso processos e, nos próximos dois anos, vai ter que ter uma força tarefa fundamental, que toda a sociedade apoia, para a recuperação da aprendizagem das nossas crianças e dos nossos jovens”, finalizou.

(Matéria com informações do site da rádio Jovem Pan).

Participe do canal “Clube Hoje Diário” no Telegram, é totalmente grátis

Temos um convite para todos vocês que acompanham o site HojeDiario.com, conheça o canal “Clube Hoje Diário” no Telegram.
Lá, vocês terão acesso a notícias fresquinhas, vagas de emprego, informações sobre concursos públicos, entretenimento e muito mais.
Ofereceremos sorteios, promoções e cupons de descontos especialmente para membros do canal.
Lembrando, para participar do canal Clube Hoje Diário, É TOTALMENTE DE GRAÇA.
Para participar, basta você ter Telegram e acessar o link https://t.me/clubehojediario

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui