Foto: Luiz Guadagnoli/Secom São Paulo

A Prefeitura de São Paulo anunciou que espera um público 15 milhões de pessoas para o Carnaval de 2022. A expectativa é que ocorra o maior carnaval de rua da história da capital, já que em 2021 não foi possível realizar a festa devido à pandemia do coronavírus (Covid-19).

O prefeito Ricardo Nunes disse que, contanto que a situação epidemiológica da cidade continue a melhor, São Paulo terá carnaval no próximo ano.
“Por isso, é importante que façamos um planejamento para, se a Vigilância aprovar, ter um carnaval de forma segura e para ajudar na retomada econômica. Vai ser o nosso maior carnaval de rua”, disse. Nunes ainda destacou que a festa gera mais de dois mil empregos diretos, sem contar os outros milhares de indiretos.

A realização da festa teve parecer favorável da Vigilância Sanitária da cidade, que se baseou na baixa taxa de ocupação de leitos de UTI e de enfermaria, além da redução no número de óbitos. A Capital ainda conta com uma larga cobertura vacinal contra a Covid-19, já que 82% da população já conta com a imunização completa e 97,5% dos adolescentes já tomaram ao menos uma dose de vacina contra o coronavírus, além das diversas doses de reforço que são administradas já no município.

Planejamento

Segundo o secretário de subprefeitura, Alexandre Modonezi, foi montada uma Comissão do Carnaval de Rua, que busca deixar a cidade preparada para receber o evento com essa magnitude. Segundo ele, ainda foi realizado um estudo inédito que mostra a concentração do público em áreas específicas onde ocorre a folia. “O Carnaval de Rua está nas 32 subprefeituras. Embora o grande público esteja concentrado em 75 blocos, toda a cidade é contemplada pelos desfiles oferecendo um carnaval descentralizado e amparado pela infraestrutura da Prefeitura de São Paulo”, explicou.

O Carnaval 2022 seguirá o mesmo percurso dos anos de 2019 e 2020, e organizará a cidade em polos grandes e médios, além dos caminhos pequenos. As inscrições para os blocos ficarão disponíveis até o dia 05 de novembro e a lista dos desfiles será publicada em 28 de novembro. Blocos mais tradicionais e que já participaram dos desfiles anteriormente terão prioridade, enquanto os iniciantes serão validados em seguida.

“Ainda estamos em alerta com os casos de Covid-19. Por isso, a Prefeitura não vai baixar a guarda, mas não foi à toa que a nossa cidade se tornou a capital mundial da vacina e hoje isso nos possibilita sonhar novamente, com planejamento. A Cultura vai ajudar São Paulo a sorrir e o carnaval será o nosso abre alas”, disse a secretária de Cultura da Capital, Aline Torres, que também faz parte da Comissão do Carnaval.

Iniciativas Sociais

A Prefeitura de São Paulo ainda distribuirá diversas tendas de atendimento da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania entre os pontos de folia na cidade com o objetivo de atuar na defesa dos direitos humanos, combate ao assédio sexual, ao racismo, a LGBTfobia e na defesa dos direitos das crianças e adolescentes com tendas montadas nos principais trajetos.

“Esta é uma ação que já fizemos anteriormente e que faz frente a todo esse planejamento da Prefeitura com uma ação conjunta para garantir um carnaval com respeito ao folião, digno e humano para a cidade”, disse a secretária de da pasta, Claudia Carletto.

Nos locais serão disponibilizados o Manual da Folia, onde será informado todos os equipamentos de proteção às mulheres da cidade, além de adesivos da campanha “Não É Não”, e adesivos da campanha “Racismo É Crime, além de orientações de combate à LGBTfobia. Os pontos ainda oferecerão pulseiras para localização e identificação de crianças e adolescentes que estiverem acompanhados dos pais e responsáveis durante a festa.

Pandemia

O secretário Edson Aparecido ainda enfatizou que o Carnaval 2022 só ocorerrá se receber a devida autorização da equipe de Atenção Básica da pasta da Saúde e que a cidade se prepara com muito cuidado para um evento como esse. “Em um evento com este tamanho não poderíamos deixar para fazer o planejamento com quatro meses de antecedência. Por isso, seguiremos com o monitoramento em relação aos novos casos, internações, óbitos e outros fatores da Covid-19, que são analisados diariamente pelas equipes de saúde”, disse.

Participe do canal “Clube Hoje Diário” no Telegram, é totalmente grátis

Temos um convite para todos vocês que acompanham o site HojeDiario.com, conheça o canal “Clube Hoje Diário” no Telegram.
Lá, vocês terão acesso a notícias fresquinhas, vagas de emprego, informações sobre concursos públicos, entretenimento e muito mais.
Ofereceremos sorteios, promoções e cupons de descontos especialmente para membros do canal.
Lembrando, para participar do canal Clube Hoje Diário, É TOTALMENTE DE GRAÇA.
Para participar, basta você ter Telegram e acessar o link https://t.me/clubehojediario

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui