Amayomi: Mãe pede autorização de cartório para dar nome inédito no Brasil para a filha

PUBLICIDADE
    

Uma advogada de 40 anos precisou pedir permissão do Cartório Central para batizar a sua filha recém-nascida. Isso porque o nome da criança era inédito no território brasileiro: Amayomi.
A filha de Daniele Pereira Brandão nasceu em outubro de 2022, em São Paulo. Quando batizou a criança, foi informada no hospital que o registro de Amayomi foi um marco entre os cartórios do Brasil.

Segundo contou para o portal de notícias Crescer, no hospital todos, desde médicos até funcionários do cartório, que estavam presentes aplaudiram o momento.
Porém, por se tratar de um nome inédito, ela necessitou de uma autorização vinda do cartório central. A permissão foi dada em menos de uma hora, para garantir que o nome não será de difícil pronúncia ou vexatório para a criança.

Daniela optou após pesquisar e achá-lo bonito, além de acreditar que combinava com o nome de sua outra filha, que também é inusitado, Amábile Lúcia.

Para a mãe, saber que sua filha é a primeira e única Amayomi do país lhe causa uma sensação diferente. Para ela, algum dia existirão outras crianças com o mesmo nome de sua filha, mas para Daniela sempre será histórico que sua filha foi a primeira com este nome.

Participe do canal “Clube Hoje Diário” no Telegram, é totalmente grátis

Temos um convite para todos vocês que acompanham o site HojeDiario.com, conheça o canal “Clube Hoje Diário” no Telegram.
Lá, vocês terão acesso a notícias fresquinhas, vagas de emprego, informações sobre concursos públicos, entretenimento e muito mais.
Ofereceremos sorteios, promoções e cupons de descontos especialmente para membros do canal.
Lembrando, para participar do canal Clube Hoje Diário, É TOTALMENTE DE GRAÇA.
Para participar, basta você ter Telegram e acessar o link https://t.me/clubehojediario

Deixe um comentário

Send this to a friend