Com suzanense e mogiano na equipe, São Paulo apresenta time paralímpico de 2023

PUBLICIDADE

O Governo de São Paulo anunciou o apoio a 107 paratletas de 14 modalidades que representarão o Estado e o País em campeonatos nacionais e mundiais, além dos Jogos ParaPan-Americanos de Santiago (Chile), em novembro. Eles fazem parte do Time São Paulo Paralímpico 2023, que foi apresentado nesta terça-feira (14), na capital. Entre os atletas está a suzanense Evelyn Olivieira, e o mogiano Maciel de Sousa Santos.

O evento contou com as presenças do vice-governador Felicio Ramuth, do secretário dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marcos da Costa, e da secretária de Esportes, Coronel Helena Reis.

O Governo Estadual vai investir R$ 6 milhões no Time São Paulo Paralímpico 2023. Os recursos serão destinados ao custeio das atividades da equipe ao longo do ano.

“É um orgulho para o governador Tarcísio de Freitas e, para mim, estar aqui e continuar investindo no paradesporto. Mais do que a conquista, é a jornada que nos inspira. A jornada de resiliência, de esforço e de motivação para novos jovens buscarem o esporte e serem protagonistas do bem”, afirmou o vice-governador Felicio Ramuth. “A política para a pessoa com deficiência do Governo do Estado de São Paulo, através da nossa Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, será prioridade”, completou.

Os paratletas representam São Paulo e o Brasil nas seguintes modalidades: atletismo, bocha, canoagem, ciclismo, esqui cross country (esportes na neve), goalball, halterofilismo, judô, natação, remo, taekwondo, tênis de mesa, triatlo e vôlei sentado.

O Time São Paulo Paralímpico tem sido referência em resultados. Para se ter uma ideia, os atletas apoiados pelo projeto teriam figurado no quarto lugar no quadro de medalhas do último ParaPan, disputado em 2019, em Lima (Peru). Foram 63 subidas ao pódio, sendo 44 ouros, 10 pratas e nove bronzes – ficando à frente de países como a Argentina e o Canadá.

Entre os medalhistas, estava Evelyn Oliveira, que recebeu a medalha de ouro no Bocha misto, além de ter conquistado o pódio em diversas outras disputas. Ao HojeDiario.com, ela se disse animada por estar participando mais uma vez da iniciativa do poder público que garante recursos aos atletas.

“Eu estou superfeliz de mais uma vez de fazer parte do time São Paulo. Eu entrei em 2017, logo depois das Olímpiadas de 2016, e desde então eu venho recebendo esse incentivo do Governo Estadual que é de suma importância para o meu desenvolvimento e para a minha evolução. Pelo recurso, eu pude investir em materiais importados para treinar e na reforma para minha casa para a construção de um espaço para eu realizar meus treinamentos”, disse.

Evelyn ainda disse que com o investimento feito pelo estado, o atleta pode focar em outros aspectos preparatórios antes das competições. “O recurso que o Governo de São Paulo disponibiliza para nós permite que a gente foque somente nos treinamentos, podendo buscar um suporte de nutrição, psicologia, fisioterapia e outras demandas multidisciplinares para estarmos em boas condições para praticar o esporte. Sem dúvida essa iniciativa é muito importante para nós, atletas, nos mantermos em alto nível e representar bem o nosso país em competições nacionais e internacionais, continuou.

O projeto

O Time São Paulo Paralímpico é um projeto criado em parceria entre o Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, e o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). O projeto tem o objetivo de planejar, organizar, executar, controlar e avaliar ações de suporte ao desenvolvimento esportivo de atletas paralímpicos de alto nível, vinculados a clubes e/ou entidades esportivas do Estado de São Paulo, e que tenham potencial de bom desempenho nos Jogos Paralímpicos.

“É necessário que esses 107 se multipliquem. São Paulo tem que dar o exemplo de política pública para o paradesporto, para o esporte e para a cidadania”, reforçou a secretária de Esportes, Coronel Helena Reis.

“O esporte é um dos grandes pilares de inclusão. Vocês [atletas] superam as suas conquistas e passam a representar, de fato, as conquistas de todos”, destacou o secretário dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marcos da Costa.

Lançado em setembro de 2011, sob o conceito de ser um projeto referência no conceito de respeito e valorização das pessoas com deficiência por meio do apoio ao esporte paralímpico de alto rendimento do País; o projeto deu início à preparação de 21 atletas com deficiência e quatro atletas-guias, visando resultados nos Jogos ParaPan-Americanos de Guadalajara. A partir disso, também preparávamos-se estes atletas para os Jogos Paralímpicos de Londres 2012, tendo como objeto principal a melhora significativa nos resultados do Brasil nos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Com as ações planejadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro e o apoio do Governo de São Paulo, os atletas conseguiram uma evolução técnica impressionante e o resultado foi melhor que o esperado, com todas as metas estabelecidas sendo superadas, o Brasil quebrando recordes, garantindo ainda, boas posições nos quadros de medalhas dos Jogos ParaPan-americanos e Jogos Paralímpicos.

Participe do canal “Clube Hoje Diário” no Telegram, é totalmente grátis

Temos um convite para todos vocês que acompanham o site HojeDiario.com, conheça o canal “Clube Hoje Diário” no Telegram.
Lá, vocês terão acesso a notícias fresquinhas, vagas de emprego, informações sobre concursos públicos, entretenimento e muito mais.
Ofereceremos sorteios, promoções e cupons de descontos especialmente para membros do canal.
Lembrando, para participar do canal Clube Hoje Diário, É TOTALMENTE DE GRAÇA.
Para participar, basta você ter Telegram e acessar o link https://t.me/clubehojediario

Deixe um comentário