PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Professores da rede municipal de ensino de Mogi das Cruzes começam formação para cuidados com crianças com espectro autista

Os professores e especialistas da rede municipal de ensino de Mogi das Cruzes começaram uma formação especial oferecida pelo município para serem capacitados em relação ao Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). A ação faz parte das iniciativas do Mês Azul, dedicado à conscientização sobre o TEA.

Os primeiros encontros presenciais aconteceram nos dias 14 e 15 de abril e reuniram professores das turmas regulares e das salas de Atendimento Educacional Especializado (AEE), especialistas da equipe multidisciplinar do Departamento de Educação Especial e Inclusiva e da EMESP Professora Jovita Franco Arouche, além dos profissionais de apoio, que atuam nas áreas de deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades e superdotação, público alvo da educação especial Inclusiva.

A formação atenderá mais de 1,5 mil profissionais com encontros presenciais e atividades pela plataforma on-line.
“É uma prioridade para nós oferecermos uma educação inclusiva de qualidade nas escolas e nos equipamentos que atendem nossas crianças, público alvo da Educação Especial Inclusiva. A formação agrega mais conhecimento e prática para nossos profissionais”, disse a secretária municipal de Educação, Patrícia Helen Gomes dos Santos.

Além do TEA, a programação abordará o PEI (Plano de Ensino Individualizado) e a Intervenção Comportamental Baseada em ABA, sendo que este último tema será destinado apenas aos especialistas e profissionais de apoio. A formação é ministrada pela Foccus Educação e Tecnologia, empresa especializada em formação continuada em educação especial e inclusiva, tanto para os professores do ensino regular, quanto das salas de AEE e EEE.

O início da programação da formação, no dia 14, também contou com o terceiro encontro do ciclo formativo dos profissionais de apoio, que atuam na área de deficiência nas escolas, organizado pela Divisão de Apoio à Inclusão Escolar do Departamento de Educação Especial e Inclusiva. O tema foi “Relação Escola e Família” com as psicólogas Maricy Lamounier de Oliveira e Katya Regina de Souza Barbosa.

Para os professores das turmas regulares, o primeiro encontro foi no último dia 15. Serão 40 horas de curso com dois encontros presenciais, de três horas cada, e atividades assíncronas na plataforma. A formação faz parte da carga horária destinada à formação dos profissionais e será coordenada pelo Departamento Pedagógico da Secretaria de Educação. Serão abordados o TEA e o PEI. Participam da formação professores de educação infantil, ensino fundamental (Ciclos I e II) e Educação de Jovens e Adultos (EJA).