PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Acidente com ônibus de torcedores do Corinthians deixa mortos e feridos na Rodovia Fernão Dias, neste domingo (20)

PUBLICIDADE

Na madrugada deste domingo (20), um ônibus que transportava torcedores do Corinthians capotou na Rodovia Fernão Dias (BR-381), na altura da cidade de Igarapé, em Minas Gerais.
O acidente ocorreu quando o veículo retornava a São Paulo após um jogo contra o Cruzeiro.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, houve relatos de que o motorista gritou sobre a falta de freios no veículo. Das 43 pessoas a bordo, sete foram declaradas mortas no local, enquanto dez estavam presas nas ferragens.

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), bombeiros e Polícia Rodoviária Federal estiveram presentes no local para auxiliar as vítimas. Além disso, helicópteros da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foram acionados para dar suporte ao resgate.

Segundo informações preliminares, o motorista teria perdido o controle ao fazer uma curva, batendo contra um talude antes de capotar.
Em resposta ao ocorrido, a concessionária Artemis Fernão Días, responsável pela rodovia, divulgou uma nota, expressando solidariedade às vítimas e suas famílias.

“A Arteris Fernão Dias se solidariza com todas as vítimas do acidente e seus familiares. A concessionária está atuando no atendimento à ocorrência com o envio de viaturas e mais de 20 colaboradores atuando no momento”, diz a nota.

Também através de nota, o Sport Club Corinthians Paulista manifestou seu pesar em relação ao acidente, se solidarizando com as vítimas e suas famílias.

“O Sport Club Corinthians Paulista manifesta seu pesar pelas vítimas fatais do acidente ocorrido na madrugada deste domingo (20), na rodovia Fernão Dias, envolvendo o ônibus que levava torcedores que estavam em Belo Horizonte para apoiar a equipe durante a partida contra o Cruzeiro, na noite anterior.
O Corinthians se solidariza às famílias dos torcedores falecidos e permanece à disposição para apoiá-las, assim como às outras vítimas do acidente e autoridades envolvidas no resgate e apuração dos fatos”
, finaliza a nota.