“Um cliente oculto pode fazer bem à sua empresa”, por Rebeka Assis

Se eu tivesse que montar uma lista com os principais medos que já ouvi, da boca de empresárias e empresários, o “cliente insatisfeito” provavelmente estaria no “top 3”.

E existem tantas hipóteses para isso acontecer que eu poderia gravar um podcast só com essas situações.

Mas você não tem todo esse tempo, não é?

Por essas e outras, já parou pra pensar que o trabalho de um “cliente oculto” é capaz de trazer a resposta que o seu negócio tanto precisa?

Ficou na dúvida sobre como funciona essa profissão? Continue a leitura e descubra!

Afinal, o que é cliente oculto?

O tal “cliente oculto” (também conhecido como “cliente fantasma”) é uma pessoa contratada para ir até o estabelecimento e avaliar o atendimento e tudo o que for solicitado.

Por exemplo: você tem um restaurante e quer descobrir o motivo do número de clientes ter caído durante o almoço? O cliente oculto vai analisar todas as possibilidades para tal, que vão desde uma localização sem estacionamento por perto até a comida fria.

Ao final das análises, o cliente oculto entregará um relatório para a empresa, com todo os pontos que avaliou e suas considerações.

Como isso funciona?

Se você não tem caixa para contratar um profissional da área, pode contar com uma pessoa de confiança e que seja mais imparcial possível, para que ela não seja reconhecida e possa analisar tudo o que for necessário.

Agora, se você possui caixa disponível, compensa muito contratar uma empresa especializada na área. Digo isso porque o cliente oculto atua com uma metodologia correta e tem um preparo específico para avaliar e até testar a sua equipe.

Além disso, a contratação de um cliente oculto funciona muito mais – e digo por avaliação própria – quando ninguém conhece o avaliador, tampouco quando ele estará presente no estabelecimento.

Isso acontece porque, não raras as vezes, alguns problemas são ocasionados pelo(a) próprio(a) dono(a) da empresa. Por insegurança, falta de conhecimento ou soberba, o(a) empreendedor(a) pode travar o desempenho de seus funcionários ou até interferir, de forma negativa, nos procedimentos a serem realizados.

E ainda acreditar que está fazendo o certo.

Por isso, se você tem um restaurante, loja ou qualquer outro comércio que atende diretamente o público, vale a pena refletir sobre o assunto. O que um cliente oculto pode ver que você está deixando passar?

E claro: faça isso de coração aberto, ok? Afinal, todos temos o que aprender e melhorar.

E aí, você tem alguma dúvida que gostaria de ver respondida aqui na coluna?

Envie uma mensagem no meu Instagram ou um e-mail para contato@rebekaassis.com.br, e eu terei todo o prazer em responder.

Aproveite e conheça meu trabalho em www.rebekaassis.com.br.

Bom trabalho e até semana que vem!

(Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do HojeDiario.com)