Grávida, policial de batalhão de Mogi das Cruzes morre após complicações durante o parto

Na última quarta-feira (06), a cabo Bruna de Souza Brito, vinculada ao 17° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano de Mogi das Cruzes, faleceu devido a complicações durante o parto.
Bruna serviu à Polícia Militar por nove anos e estava lotada em sua última unidade, o 17° BPM/M, conforme expresso em nota de condolências compartilhada pela corporação nas redes sociais.

“Infelizmente, hoje, deixa esposo, Sd PM Daniel Veríssimo da Silva do 32° BPM/M, e três filhos. Uma instituição quase bicentenária tem sua história construída pelo trabalho e empenho de muitos, que dia a dia se entregam a fazer o que amam e a defender o que acreditam, sem esmorecer frente às dificuldades. Certamente, a Cb PM Bruna é parte dessa história! Somos gratos por todo legado deixado. Nesse momento de dor, unimos nossos sentimentos aos da familia e elevamos nossos pensamentos em Deus, rogando-lhe que, por meio de seu grande amor, possa consolar os corações e curar as feridas dessa separação”, finaliza a nota.

A cabo deixa esposo e seus três filhos. Ela foi sepultada no Cemitério São Salvador, em Mogi das Cruzes.