PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Secretaria de Assistência Social de Suzano realizou mais de 20 mil atendimentos pelos CRAS, CREAS e inúmeros outros serviços durante 2023

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social de Suzano realizou seu balanço anual mostrando as principais atividades e atendimentos realizados pela pasta em 2023. Segundo o levantamento, em outubro 25.065 famílias foram beneficiadas com o Bolsa Família na cidade. Somente neste ano, pelo menos 17 mil atendimentos foram realizados por meio dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

O Cadastro Único, que é um mapa das famílias de baixa renda no Brasil e é a porta de acesso a diversos programas e benefícios sociais, como o Bolsa Família e desconto na conta de luz, o Passe Livre e o Programa Minha Casa Minha Vida.

O Cadastro Único alcançou o registro de 57.212 famílias. Pelo trabalho do CRAS e CAD 4.673 pessoas idosas e 3.701 pessoas com deficiência acessaram o Benefício de Prestação Continuada (BPC), que é uma transferência de renda continua a quem está apto ao trabalho e não possuiu outras rendas ou condições de manutenção básica. Mais de 6.800 benefícios emergenciais foram concedidos e 4.097 pessoas que participaram de palestras, oficinas e outras atividades coletivas promovidas por meio dos CRAS e CREAS.

Através do Programa Próspera, 500 mulheres tiveram orientações para acesso à renda e ao mundo do trabalho.
Por meio de 29 Termos de Parceria com instituições, a pasta oferta a 1.100 pessoas em serviços de convivência e mais de 2.800 acolhimentos foram feitos a mulheres vítimas de violência doméstica, idosos, crianças, pessoas com deficiência sem suporte familiar e a pessoas em situação de rua.

A secretaria mantém os serviços de combate ao trabalho infantil-PETI, de acompanhamento das medidas sócio educativas aplicadas a adolescentes e mantém ainda dois conselhos tutelares em pleno atividade.

Atualmente a cidade de Suzano conta com cinco CRAS, localizados na região do Boa Vista (avenida Katsutoshi Naito, número 955); na Casa Branca (rua Maria Clara Tavares, número 125); no Jardim Gardênia (rua Teruo Nishikawa, número 570); em Palmeiras (rodovia Índio Tibiriçá, número 11.641); e na região central da cidade (rua Monsenhor Nuno, número 595).

A pasta também realizou 3.272 atendimentos por meio da unidade do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) na cidade. Deste total, 186 atendimentos foram de casos de acompanhamento de crianças e adolescentes que sofreram violência ou violação de seus direitos e mais de 400 foram abordagens nas ruas de Suzano.

A Secretaria de Assistência mantém também seis Conselhos Municipais em funcionamento e foram emitidas 401 carteiras de identificação da pessoa com transtorno de espectro autista.

O secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Geraldo Garippo, avalia que a pasta avançou muito este ano ao implantar serviços que irão beneficiar a população.
“Teremos, a partir de janeiro de 2024, as visitas domiciliares às pessoas idosas e deficientes. Neste ano, pudemos elaborar, com demais secretárias municipais e com consulta popular, o Plano Municipal da Infância e Adolescência; realizamos a Conferência de Assistência, demos transparência às ações da Secretaria através das Jornadas da Informação Social, realizamos as eleições de conselheiros tutelares, e atuamos de forma intensa no combate aos efeitos de enchentes e na atuação conjunta com outros órgãos no combate da insegurança alimentar. Ainda há muito a ser feito para a garantia de direitos fundamentais ao cidadão, mas conseguimos avançar neste ano”, disse.