PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Em Suzano, Derli deixa o PT após 35 anos e amplia racha no partido; Político pode ser candidato a prefeito pelo PSOL

Membro histórico do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT), em Suzano, Derli Dourado deixou a sigla nesta semana.
Pelo PT, o político foi vereador na cidade, secretário de duas pastas do governo e presidente do diretório do partido no município.
Derli já se filiou ao PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) e pode ser candidato a prefeito da cidade na próxima eleição.

Segundo o ex-vereador, o rompimento com o partido é um momento de grande tristeza.
“Faço isso com muita tristeza e dor no coração, pois, como é do conhecimento de todos os filiados e filiadas… fiquei no partido no pior momento, enquanto alguns, agora dirigentes, saíram do partido e foram apoiar outras candidaturas, inclusive do PL Bolsonarista. Levantei a cabeça e não vacilei”, disse.

O ex-vereador relata ainda as suas expectativas quanto à atual direção do partido.
“Espero sinceramente que a atual direção partidária não entregue o PT ao PL Bolsonarista de Suzano, sob o pretexto de que não há dinheiro para campanha”, desabafou.

Em relação ao futuro, Derli declara que não pretende abandonar a vida partidária e, apesar de sair do partido, permanece apoiando o atual presidente Lula.
“Deixo o partido, mas não deixo a luta. Por fim, saio do PT de Suzano, mas continuo com Lula… A partir de hoje, não faço mais parte dos quadros partidários do Partido dos Trabalhadores (PT). Passo a fazer parte do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade)”, afirmou o ex-parlamentar ao portal HojeDiario.com.

Quando questionado pela reportagem do portal HojeDiario.com a respeito de uma possível candidatura ao cargo de prefeito pelo PSOL, Derli disse que a decisão ainda está em debate. “Estamos conversando e a decisão do melhor nome será coletiva em prol da população mais carente”, disse.
Ainda questionado se a candidatura a vereador está descartada, o mesmo esquivou-se da resposta.