PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Rio Grande do Sul segue em alerta com risco de rompimento de duas barragens

Embora a água tenha recuado em alguns locais, o estado do Rio Grande do Sul pode sofrer novas enchentes, pois as barragens das Usinas Hidroelétricas (UHE) Bugres Barragem Salto, no município de São Francisco de Paula, e a barragem Santa Lucia, em Putinga, cidade a 200 quilômetros de Porto Alegre, correm o risco de romper devido ao volume da água.

O governo e os voluntários seguem em buscando pelos desaparecidos na enchente que assola o estado desde o dia 29 de abril. As equipes de resgate que vieram de várias regiões do Brasil estão trabalhando 24 horas no auxílio e busca das vítimas.

A Defesa Civil do estado do Rio Grande do Sul e o Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres (CEMADEN) também divulgaram, nesta terça-feira (14), que o estado segue em alerta devido ao risco de novas enchentes e deslizamentos nas regiões afetadas.

A Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura do Estado do Rio Grande do Sul (SEMA) e o Serviço Geológico do Brasil (SGB) se uniram para fazer o monitoramento do rio Guaíba desde o dia 04 de maio, instalando uma régua com sensor automático próximo à Usina do Gasômetro que mede o volume da água.

Os Rios Gravataí, Rio dos Sinos, Caí, Jacuí, Taquari e Rio dos Patos também são monitorados, pois eles permanecem acima do nível.

Diariamente, a Defesa Civil está publicando boletins atualizando as informações sobre as vítimas da enchente.

Veja os números atualizados às 9 horas desta quinta-feira (16):

  • Municípios afetados: 458
  • Pessoas em abrigos: 77.199
  • Desalojados: 538.164
  • Afetados: 2.281.774
  • Feridos: 806
  • Desaparecidos: 104
  • Óbitos confirmados: 151
  • Pessoas resgatadas: 76.620
  • Animais resgatados: 11.932

Saiba mais informações de como e onde doar para o Rio Grande do Sul:

Para doar valores via pix:

SOS Rio Grande do Sul: CNPJ 92.958.800/0001-38

Doações de alimentos não perecíveis, água, matérias de higiene e limpeza, roupas, agasalhos, calçados e cobertores:

  • Suzano:
    Sede do Fundo Social de Solidariedade: rua Baruel, número 501 (sala 224), na área central;
  • Poá:
    Secretaria Municipal de Indústria e Comércio de Poá: rua 26 de Março, número 72, área central;
    CSI: avenida Leonor Bolsoni Marques da Silva, número 230, área central;
    Base da GCM: Avenida Adultora, número 380, no bairro Nova Poá;
    Teatro Municipal: avenida Antônio Massa, número 331, área central.
  • Mogi das Cruzes:
    Instituto Terra: avenida Engenheiro Miguel Gemma, número 1.340, no bairro Jardim Armênia;
    Galpão: avenida Francisco Rodrigues Filho, número 55.