PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

“Trabalhando pela segurança nas escolas”, por Alex Santos

Neste artigo quero tratar da importância do trabalho de prevenção e segurança nas escolas, falando um pouco do que nós estamos fazendo em Suzano para garantir o bem-estar da nossa população ao conferir a certeza que alunos, pais, professores e funcionários diversos utilizarão o ambiente escolar em paz.

Na última semana, demos início à operação “Escola Segura”, um trabalho feito para aproximar nossas equipes às escolas, oferecendo uma ação de intervenção rápida caso esta seja necessária. Desta forma, sempre que um alerta for feito às equipes da Central de Segurança Integrada (CSI), ou diretamente à corporação, teremos uma resposta ágil.

Esse acompanhamento diário dos guardas é um serviço que também conta com a integração da nossa Educação, chefiada pelo secretário Leandro Bassini. Ao final de cada ronda, os responsáveis pelas determinadas instituições de ensino estão atestando as vistorias via documentos pré-elaborados, garantindo assim um controle total das verificações ao atestar que cada uma das 100 unidades de ensino da cidade está patrulhada.

Para tal, mobilizamos todos os efetivos da Segurança suzanense, incluindo a Ronda Ostensiva Municipal (Romu), Ronda Ostensiva com Motocicletas (Romo), a Patrulha Maria da Penha, o Grupamento de Proteção Ambiental (GPA), o Canil, e o patrulhamento de área. Dentro disso, a presença física das corporações são incrementos a outras medidas de segurança já implementadas no passado.

Citei o trabalho de monitoramento do CSI, mas caso não o conheça, este é um equipamento de vigilância remota altamente avançado que conta com mais de 1.000 câmeras espalhadas nas escolas. Esta central, localizada no Paço Municipal, conta com telões diversos para verificação de milhares de pontos ao redor da cidade, sendo que no horário letivo, são destinados operadores exclusivos para cuidar apenas do monitoramento escolar.

Um dos grandes diferenciais do trabalho de segurança escolar, brilhantemente comandado pelo secretário Afrânio Evaristo da Silva com o apoio da nossa Educação, é o botão do pânico. Esta ferramenta de uso pronto e imediato fica à disposição das equipes diretoras que, em caso de emergências diversas, podem acionar o dispositivo e alertar o comando de monitoramento sobre quaisquer situações em ocorrência dentro do imóvel ou na proximidade imediata destes.

Por fim, destaco aqui o trabalho preventivo, com o projeto “Prevenir a Violência Escolar”, que atua de modo a formar os colaboradores das escolas para que eles possam identificar possíveis casos de bullying, de ausência escolar e outros. Com isso, nossos técnicos atuam no núcleo familiar, prestando apoio em caso de necessidade.

O bem-estar da população é o pilar máximo do nosso trabalho e aqui, em Suzano, contamos com um trabalho incansável. Por meio dos nossos agentes, a gestão Rodrigo Ashiuchi está sempre à disposição para servir e proteger.

(Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do HojeDiario.com)