Foto: Reprodução

Quem nunca sonhou em mudar tudo, num estalar de dedos, mas ao amanhecer tudo continuou como era ou como sempre foi? Os horários, a rotina, as reuniões, os desentendimentos, as reclamações, continuaram sem mudanças consistentes. Há quem goste de procurar um conselheiro, para falar, desabafar e desestressar, mas depois continua fazendo tudo da mesma forma.

Na verdade, em muitos de nós, o desejo de novidade e de liberdade grita, mas a mesmice continua prevalecendo e sufocando, ideais, sonhos e metas. A novidade atrai e causa insegurança, fascina e amedronta. Não se pode abraçar a novidade de forma atabalhoada, atropelando tudo e todos. A coragem por vezes exige sutileza, sabedoria e calma. Os alicerces, as boas referências para uma história bela e feliz, nunca devem ser dispensadas. Se você quer viver bem, o bem precisa estar presente desde o início do seu pensamento até o início da sua ação. Escolher algo e deixar um rastro de decepção, tristeza e ferida nunca é uma boa pedida.

Sendo mais concreto, a minha felicidade não pode custar a tristeza crônica de outros. Logicamente que decisão causa cisão, ruptura, um certo vácuo, mas é algo momentâneo. Não se pode viver em função do que os outros pensam, mas também não se pode à custa de uma escolha, implodir os laços afetivos, a história que um dia foi escrita. É preciso olhar pra frente, mas veja pelo retrovisor o que está ficando para trás.

Aprendizagem com o passado vivido, coragem para o presente que se está vivendo e sabedoria para o que se busca lá na frente.
Cada pensamento, cada palavra, cada gesto, por mais insignificantes que pareçam, são tijolos que vão tornando bela e forte ou feia e frágil uma construção que será espiritualmente parte de nós.
Pensamentos, palavras e gestos são “os materiais” que usamos nesta construção.

Então, cuidado! Não com os obstáculos externos, que são previsíveis, em sua grande maioria. Mas com o tipo de material que usamos para pavimentar o presente visando o futuro. Viver o bem, fazer e ensinar o bem é a maior fortaleza que cada um de nós pode oferecer a si e aos outros. Deus vos abençoe!

(Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião do HojeDiário.com)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui