PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Morre aos 51 anos Anderson Leonardo, vocalista do grupo Molejo

Anderson Leonardo, vocalista e membro fundador do grupo de pagode Molejo, morreu nesta sexta-feira (26), aos 51 anos.
O cantor lutava contra um câncer na região inguinal, doença diagnosticada há um ano e meio. A informação foi confirmada pela assessoria do cantor e pelo perfil oficial do grupo nas redes sociais.

Natural do Rio de Janeiro, Anderson foi uma das figuras centrais na formação do Molejo, ao lado de Andrezinho, Claumirzinho, Lúcio Nascimento, Robson Calazans e Jimmy Batera. Conhecido por seu carisma e humor em suas performances, Anderson ajudou a levar o Molejo ao sucesso nacional com hits como “Cilada”, “Caçamba”, “Brincadeira de Criança”, e muitos outros.

Internado no Hospital Unimed no Rio de Janeiro, seu estado de saúde se agravou nos últimos dias.
Anderson não apenas emprestou sua voz marcante ao Molejo, mas também era o responsável pelas cordas do cavaquinho e atuava como compositor. Ele deixou 118 composições, incluindo sucessos como “Dança da vassoura” e “Garoto Zona Sul”, e até composições para outros grupos, como “Cohab City” do Negritude Junior.

O grupo Molejo, que começou no final dos anos 1980, foi pioneiro em introduzir elementos de samba-rock em suas músicas, com o “Samba Rock do Molejão” destacando-se no repertório.