PUBLICIDADE

Para aqueles que buscam viver as conquistas, mudar de vida não é um ato tão simples, mas é necessário. E para quem vive os dilemas da dependência química, a mudança é urgente.

PUBLICIDADE

Não há uma receita de sucesso. Desconfie de fórmulas mágicas e métodos rápidos, pois a mudança de chave pressupõe um ato lento, processual e contínuo, consequente da elaboração do autoconhecimento e da busca de ajuda.

Cada um de nós tem formas particulares de lidarmos com as situações. Muitos desistem de seus projetos diante dos obstáculos, sem a compreensão de que os percalços no caminho forjam a resiliência necessária para que consigamos seguir adiante e alcançar os nossos propósitos.

Em minha vida, nada se sobrepõe a manutenção da sobriedade! O dilema de um dia de cada vez foi interiorizado por mim de tal modo que compreendo que, por mais que os dias difíceis atravessem minha jornada, eles não são permanentes, mas sim provisórios e certamente vão passar.

Para quem se encontra hoje na fronteira da tensão com as drogas ou qualquer outra situação limítrofe, é necessário saber que tudo tem uma saída e procurar ajuda é o primeiro e mais importante passo para que ocorra uma efetiva virada de chave.

Em minha trajetória, ao longo dos anos, fui elaborando processos e compartilho com vocês algumas etapas que foram fundamentais para a minha mudança.

1) A compreensão da necessidade de estar aliançado com pessoas que de fato me amam. Eu criei uma rede de proteção e pertencimento e me permiti nessa rede ser vulnerável. Para essas pessoas eu demonstro minhas fragilidades, minhas dores, compartilho meus sonhos e me fortaleço nos dias difíceis.

2) Evitar pessoas, locais e hábitos que nos levam as nossas fraquezas. É urgente compreender que devemos fugir de ambientes e pessoas que nos distanciam de nossos propósitos e nos interioriza em nossas fraquezas. Se sua fraqueza é o álcool, fuja dos bares, das festas regadas de bebidas alcoólicas e outros ambientes onde isso é comum. Se são as drogas ilícitas, mude o circulo de amigos, refaça caminhos e se distancie daquilo que te afasta de seus propósitos.

3) Desenvolva novos hábitos. Isso nos faz manter a distância do que nos afasta de nossos propósitos e nos aproxima da virada de chave. Atividades físicas, leitura, o voluntariado, terapia, entre outros, são determinantes para seguirmos firmes em nossa meta.

4) Foco no propósito. Se a recuperação é seu propósito, é necessário um novo imaginário, um compromisso efetivo com os passos da recuperação, criar novas rotinas, dedicar-se ao processo e assumir o compromisso diuturno com o propósito, não se permitir ceder, mas sim, entregar-se.

5) Aceitar o processo. Não devemos pular e/ou antecipar as etapas; alcançar o propósito pressupõe disciplina ao processo. Nenhuma árvore cresce e alcança o estágio da maturidade sem antes a semente ser plantada em um bom solo, arado e regado. Com o processo a raiz cresce, se fortifica e naturalmente os frutos são colhidos. Lembre-se: não há mágica, há processo.

6) Cuidado com as expectativas sobre si e sobre os outros. Lembre-se que o processo é lento, gradual e contínuo, na máxima de um dia de cada vez e um degrau a cada vez. Sinta o sabor de cada pequena conquista e valorize as etapas. Deixe que o tempo forje em você a resiliência necessária para alcançar a maturidade.

7) Pague o preço e vá. Nenhuma conquista é aleatória e não deve ser saboreada sem o sacrifício custoso. Somos forjados no alto preço do processo. Pagar o preço é indispensável, pois a recuperação é cara porque exige a mudança de rota, tratamento e acompanhamento profissional, novos hábitos, renúncia, persistência, foco e determinação. Portanto, não pense que seu propósito terá um custo baixo. O quanto você está de fato disponível a se sacrificar para alcançar sua vitória? Se sua resposta for tudo, o caminho estará em seu alcance.

8) Nunca aperte o botão do fod@-se. A sua conquista exigirá de você muita dedicação e nem sempre os resultados vão aparecer de imediato, mas com certeza, os obstáculos virão na frente. Desistir sempre é o melhor caminho, a rota mais fácil, porém, não a utilize, pois por mais difícil que seja a virada de chave, uma vez que a determinação estiver interiorizada em seu coração e em sua mente, obstáculo algum será capaz de derrubá-lo.

Pague o preço, cuidado com as expectativas, aceite o processo, mantenha o foco no propósito, desenvolva novos hábitos, evite locais e pessoas que o leva a situação de fraqueza e esteja aliançado com pessoas que de fato te amam. São essas as sugestões que posso oferecer para todos que procuram uma vida nova.

Insisto que não é uma fórmula de sucesso, mas sim, o caminho que eu encontrei para vencer as drogas e manter a minha sobriedade e, por razão, compartilho com todos que estão na mesma busca.

(Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do HojeDiario.com)

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui