Danila Ramos, pugilista de Mogi das Cruzes, garante o cinturão mundial de boxe na Argentina

A boxeadora mogiana, Danila Ramos, venceu na última semana, o campeonato mundial de boxe na categoria peso super-pena (até 57,1).
Danila faturou o cinturão inédito ao vencer a argentina Brenda Carabajal, em Buenos Aires, Argentina.

Danila Fernanda de Freitas Ramos iniciou no esporte há 18 anos com o treinador Juça, na tradicional Academia do Furlan em Mogi das Cruzes. Com uma vida inteira dedicada ao esporte, conquistar recentemente o campeonato mundial é um triunfo especial e um sonho realizado na carreira da pugilista.

Em entrevista ao portal HojeDiario.com, a atleta contou como é ser a segunda mulher Campeã Mundial do Brasil e a primeira mulher afro, representando o país e a cidade de Mogi das Cruzes.
“Para eu conquistar o título é sinônimo de dever cumprido, toda uma vida me dedicando ao Boxe, remando contra ventos e mares para seguir adiante e se tornar a segunda mulher Campeã Mundial do Brasil. A primeira Mogiana e a primeira mulher afro, é histórico.”, ressalta Danila

Para se dedicar ao campeonato, Danila relata que a parte mais difícil foi treinar em um local em que a rivalidade esportiva é gigante. A atleta treinou intensamente, com rotinas consistentes durante 6 vezes na semana em dois meses na Argentina, local onde mora atualmente.

Emocionada com a conquista, a atleta destaca que sua maior fonte de inspiração é ela mesma. Apesar das dificuldades enfrentadas em sua jornada, após conquistas e sonhos realizados, o título mundial é uma conquista histórica e especial. Aos 38 anos, a atleta igualou a brasileira Rose Volante como únicas mulheres a realizar tal feito.
Minha maior influência sou eu mesma, olho para trás e vejo tudo que já conquistei até aqui e isso me ajuda a seguir em frente pelos meus sonhos. Sair da onde sai e chegar o de cheguei tem que ser muito forte e persistente”, destaca a boxeadora.

O combate foi definido na pontuação, após dez assaltos. Com uma atuação consistente, Danila levou vantagem (97-92, 92-96 e 95-93) e derrotou a argentina Brenda Carabajal, garantindo seu primeiro título mundial.
“Representar o País sempre é emocionante, levar o nome de Mogi e do Brasil pro Mundo não tem preço, ainda mais porque são poucos que conseguem chegar a esse feito.”, disse Danila.

Danila Ramos acumula uma carreira vitoriosa com grandes conquistas. Além do recente título mundial, em 2023, a pugilista consagrou-se campeã Sul-Americana. Com 14 lutas disputadas desde que ingressou no boxe profissional, em 2017, Danila possui 12 vitórias, sendo as únicas derrotas as quais ocorreram nas duas tentativas anteriores de conquistar o título mundial.

Com a conquista, Danila agora vai voltar a cidade natal para visitar e celebrar com os familiares e amigos, para voltar mais forte e focar no treinamento para as disputas seguintes, quando em alguns meses irá defender o título mundial contra a campeã regular, a porto-riquenha Amanda Serrano, nos Estados Unidos.

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal