PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Casos de dengue diminuem 30%, em Suzano, em 2023

Uma atuação eficiente do setor de Controle de Zoonoses, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde de Suzano, foi decisiva para a diminuição dos casos de dengue na cidade. De acordo com dados referentes ao primeiro quadrimestre de 2023, houve uma redução de 30% em relação ao mesmo período de 2022, com 83 casos confirmados contra 118 do ano anterior.

A atenção continua constante nos bairros com maior incidência da doença. Uma equipe de 20 agentes de controle de endemias, com o suporte dos agentes de saúde comunitários e outros setores municipais, conduz a luta contra o mosquito Aedes aegypti. Entre eles, o Departamento de Fiscalização de Posturas atua removendo entulhos acumulados em terrenos baldios, e a Ouvidoria Municipal acolhe denúncias.

A prevenção é garantida por meio de visitas domiciliares regulares durante a semana, intensificadas aos sábados, quando o trabalho se concentra nas áreas com maior população de mosquitos. A Avaliação de Densidade Larvária (ADL), realizada quatro vezes por ano, orienta a definição dos pontos críticos, incluindo ferros-velhos e outros locais propícios à proliferação de sucatas.

A programação das atividades do Controle de Zoonoses é baseada nas demandas da comunidade, seja por meio de denúncias, em resposta à positividade dos casos ou ao aumento da infestação do Aedes aegypti. Recentemente, os agentes realizaram ações no bairro Miguel Badra Baixo, e nas semanas anteriores, estiveram no Jardim Monte Cristo, Jardim Colorado, Vila Urupês e Tabamarajoara. A próxima visita está agendada para o Jardim Revista, no dia 20 de maio.

A população pode entrar em contato com o setor de Zoonoses por intermédio do telefone (11) 4745-2064, ou enviar demandas pela Ouvidoria Municipal de forma presencial, na rua Baruel, número 126, na área central de Suzano; pelo e-mail ouvidoria@suzano.sp.gov.br; e pelo telefone 0800-774-2007.