PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Feminicídio: Durante discussão, GCM é morta pelo companheiro em Mogi das Cruzes; Homem se matou em seguida

No bairro Vila São Francisco, em Mogi das Cruzes, um caso de feminicídio foi registrado na noite desta quinta-feira (21). Regina da Silva Junqueira, guarda municipal da cidade, foi assassinada em sua residência pelo seu companheiro, Sander Dias Sabino, integrante da Guarda Civil de São Paulo.

A polícia militar, alertada através do COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar do Estado de São Paulo), chegou ao local do crime e encontrou Regina sem vida. Os agentes ainda tentaram reanimar Sander, que também veio a falecer.

O casal se envolveu em uma discussão acalorada, motivada por ciúmes. Sander atirou contra Regina e, em seguida, tirou a própria vida.

O filho de Regina e sua namorada estavam no andar superior da casa e foram surpreendidos com o barulho dos disparos.

Após o ocorrido, o imóvel onde ocorreu o crime passou por uma perícia detalhada. Um Boletim de Ocorrência (B.O) foi registrado na manhã desta sexta-feira (22), na Central de Polícia Judiciária de Mogi das Cruzes.