Foto: Reprodução

Pais e responsáveis que não apresentarem o comprovante de vacinação de seus filhos contra o coronavírus (Covid-19) nas escolas estarão sujeitos a serem denunciados ao Conselho Tutelar.
A informação é da Secretaria Estadual de Educação com base no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que determina que a escola avise ao órgão os casos de crianças que não tenham sido imunizadas.

“Apesar de não ser impedimento para realização da matrícula, uma vez que fere o direito à Educação, a escola, por lei, tem a obrigação de informar os órgãos responsáveis (Conselho Tutelar) da não apresentação dos comprovantes vacinação”, diz nota da Secretaria Estadual de Educação enviada ao portal de notícias G1.

O Eca também determina que “é obrigatória a vacinação das crianças nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias”.
A vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19 foi recomendada tanto pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) quanto pelo Ministério da Saúde.

Direito à educação

Isso não quer dizer que a criança não será permitida a frequentar a escola, já que isso seria restringir seu direito à educação. O secretário de Educação de São Paulo, Rossieli Soares, disse nesta quinta-feira (13) que o Governo Estadual não tem intenção de tornar a vacinação obrigatória para as crianças.

“Não temos nesse momento nenhuma intenção de tornar obrigatória a vacina. A vacina não é obrigatória nem para adultos, porque faríamos isso para a vacina? Mas, obviamente, é pior ainda tornar obrigatória para a entrada das crianças na escola, porque uma criança de 6 anos não tem direito de opinar […] se ela vai ou não ser vacinada e, dependendo, ela será prejudicada por uma escolha de seus pais. E aqui nós temos o direito constitucional de acesso à educação. Portanto, nós aqui, em hipótese alguma, vamos proibir uma criança de voltar às aulas caso ela não esteja vacinada”, afirmou.

A frase foi dita que no evento que marcou o início da vacinação das crianças contra a Covid-19. Na ocasião, Davi Seremramiwe Xavante, indígena de 8 anos foi imunizado com a Pfizer, no ato no Hospital das Clínicas, na Zona Oeste da capital, onde o garoto faz um tratamento médico.

(Matéria com informações do portal G1)

Participe do canal “Clube Hoje Diário” no Telegram, é totalmente grátis

Temos um convite para todos vocês que acompanham o site HojeDiario.com, conheça o canal “Clube Hoje Diário” no Telegram.
Lá, vocês terão acesso a notícias fresquinhas, vagas de emprego, informações sobre concursos públicos, entretenimento e muito mais.
Ofereceremos sorteios, promoções e cupons de descontos especialmente para membros do canal.
Lembrando, para participar do canal Clube Hoje Diário, É TOTALMENTE DE GRAÇA.
Para participar, basta você ter Telegram e acessar o link https://t.me/clubehojediario

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui