Foto: Arquivo Pessoal
PUBLICIDADE

A causa animal é um assunto que tem ganhado muita importância nos últimos anos e não é para menos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil possui mais de 30 milhões de animais abandonados, dos quais 10 milhões são gatos e 20 milhões são cachorros. Diante de todo esse cenário, Patrícia Macário busca fazer a diferença na proteção aos animais, em Poá.
“Sou protetora individual, junto com algumas outras protetoras individuais. Juntas, nós trocamos experiências, sempre uma auxiliando a outra com remédios, rações, divulgações de resgates de ambas, no nosso Facebook particular e no nosso WhatsApp”, disse.

PUBLICIDADE

Seu ímpeto para cuidar dos animais começou ao observar muitos cães abandonados na rua. A partir de um momento, ela começou a levar esses cachorros e gatos para sua casa, cuidar deles e depois levá-los para a adoção.
“Eu comecei nessa causa há mais de 10 anos, resgatando os bichinhos na rua. Eu via cachorro abandonado, gatos abandonados e resgatava. Até cavalo já ajudei”, contou.
De acordo com ela, seu amor por animais vem desde que era criança.
“Desde criança, sempre gostei de animais, mas comecei a me empenhar mesmo no resgate e proteção há, mais ou menos, 10 anos. Desde então, eu resgato, cuido e doo”, explicou.

Apesar de não possuir um lugar como canil ou abrigo, Patrícia leva o máximo de animais que pode para a sua casa e também combina com outras protetoras da cidade e região que se ajudam no cuidado com os pets.
“Eu uso a minha casa de lar temporário quando eu resgato alguma animal. Então eu cuido, dou medicamentos comprados através de vaquinha online, postagens no Facebook em que peço ajuda. A maioria das vezes uma outra protetora ajuda, porque conhece uma pessoa que tem o remédio que eu preciso, e uma ajuda a outra e também vamos trocando experiência”, continuou.

Como não é veterinária, o contato com outras protetoras é essencial no cuidado a saúde dos pets.
“Não trabalho como veterinária, sou auxiliar administrativa. Mas com a ajuda de outras protetoras, as vezes conseguimos o atendimento com uma veterinária que nos ajuda, nos informa das medidas que devemos tomar, como devemos tratar”.

Em um dos momentos em que conversava com o HojeDiario.com, Patrícia se encontrava no veterinário, onde precisou levar uma das gatinhas resgatas, chamada Lilica. Ela teve de ser submetida a uma eutanásia, já que não havia mais cura para seus problemas de saúde. A protetora, porém, relatou ter tido dificuldades para pagar o procedimento, pelo alto valor.

Segundo Patrícia, atualmente, ela está cuidando de cinco cachorros em sua casa, além de dois gatos e outros animais sustentados por doações. Ela tem buscado doações de rações, já que o grande número de pets aumenta muito o custo do alimento. Em parceria com a Limpa Tudo, empresa de limpeza e impermeabilização, as doações podem ser deixadas na sede da companhia, localizada na Avenida Capitão Francisco Inácio, número 235, na região central de Poá.

Patrícia também contou que diversos cães e gatos estão disponíveis para adoção, por meio dela e de suas companheiras de causa animal. Para aqueles interessados em ajuda-la na causa, basta entrar em contato com ela por meio do telefone (11) 97371-3046.

Imagens de cães disponíveis para doação:

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

Participe do canal “Clube Hoje Diário” no Telegram, é totalmente grátis

Temos um convite para todos vocês que acompanham o site HojeDiario.com, conheça o canal “Clube Hoje Diário” no Telegram.
Lá, vocês terão acesso a notícias fresquinhas, vagas de emprego, informações sobre concursos públicos, entretenimento e muito mais.
Ofereceremos sorteios, promoções e cupons de descontos especialmente para membros do canal.
Lembrando, para participar do canal Clube Hoje Diário, É TOTALMENTE DE GRAÇA.
Para participar, basta você ter Telegram e acessar o link https://t.me/clubehojediario

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui