Foto: Wanderley Costa/Prefeitura de Suzano

Entre os dias 31 de outubro e 22 de novembro, duas pessoas em situação de rua morreram e uma outra foi resgatada em estado gravíssimo de saúde, na região da avenida Vereador João Batista Fitipaldi, no bairro Vila Maluf, em Suzano.
Os casos são semelhantes, os homens tiveram convulsões antes de sofrerem paradas cardiorrespiratórias (PCR).
Segundo reportagem do programa Cidade Alerta, da RecordTV, os casos levantam suspeitas sobre um possível envenenamento.

A primeira morte relatada foi de um homem de 27 anos, no dia 31 de outubro. Antes de morrer, a vítima pediu ajuda em um supermercado atacadista. Mesmo com os primeiros socorros, ele não resistiu.
A segunda morte, nesta segunda-feira (22), foi de um homem de 65 anos. Ao passar mal, ele também solicitou ajuda no atacadista e faleceu em seguida. Na mesma data, um outro morador de rua foi socorrido em estado grave de saúde naquela região, ele permanece internado em coma até então.

Segundo reportagem da RecordTV, os laudos das mortes suspeitas devem sair em 15 dias e vão confirmar ou descartar a suspeita de envenenamento criminoso.

Em contato com o portal HojeDiario.com, a Prefeitura de Suzano comentou o assunto.
O governo suzanense esclareceu que “se trata de um caso de segurança pública e aguarda que as autoridades responsáveis façam a devida investigação para a averiguar as causas do ocorrido”.

A administração municipal também informou que “conta com o serviço emergencial de acolhimento para pessoas em situação de rua, disponível no imóvel que abrigava o antigo Restaurante Popular, na rua Doutor Felício de Camargo, número 630, no centro da cidade“, onde são oferecidas 120 vagas. Qualquer interessado pode ir diretamente até a unidade, gerenciada pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social.

A Prefeitura de Suzano informa que também conta com outras 50 vagas no Centro Social Bom Samaritano, com quem é mantido convênio e para onde a pessoa pode ser direcionada se for necessário.

O governo suzanense também destacou o apoio prestado nas ruas e explicou que “equipes multidisciplinares do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) são responsáveis por realizar as abordagens. O serviço ocorre semanalmente por toda a cidade. O trabalho prioriza o diálogo, com o principal objetivo de sensibilizar as pessoas em situação de rua para que aceitem o acolhimento. Em caso de negativa, uma manta e um kit de higiene são oferecidos.

Por meio da abordagem feita pelo Creas, é possível identificar as pessoas em situação de rua, entender suas demandas mais urgentes e indicar e viabilizar atendimentos disponíveis.

Participe do canal “Clube Hoje Diário” no Telegram, é totalmente grátis

Temos um convite para todos vocês que acompanham o site HojeDiario.com, conheça o canal “Clube Hoje Diário” no Telegram.
Lá, vocês terão acesso a notícias fresquinhas, vagas de emprego, informações sobre concursos públicos, entretenimento e muito mais.
Ofereceremos sorteios, promoções e cupons de descontos especialmente para membros do canal.
Lembrando, para participar do canal Clube Hoje Diário, É TOTALMENTE DE GRAÇA.
Para participar, basta você ter Telegram e acessar o link https://t.me/clubehojediario

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui